Assinar: conteúdo | comentários

Samoieda

Samoieda é amigável, sincero, alerta e vivaz. O instinto de caça é muito leve. Nunca tímido nem agressivo. Muito social e não pode ser usado na função de guarda.

Origem: Rússia (Escandinávia)

Nome de Origem: Samoiedskaïa Sabaka

Utilização: Tração de trenós.

Histórico

O nome samoieda tem origem nas tribos samoyed do da Rússia Setentrional e da Sibéria. Ao sul dessa região, eles usavam cães brancos, pretos e marrons particoloridos como cães pastores de cervídeos; na região ao norte, os cães eram brancos puros, tinham um temperamento meigo e eram usados como cães de caça e de trenó. Os cães samoieda viviam perto de seus donos, dormiam dentro dos abrigos e serviam como aquecedores.

O zoólogo britânico Ernest Kilburn Scott passou 3 meses entre as tribos Samoiedas em 1889. Ao retornar para a Inglaterra, levou consigo um filhote macho marrom chamado “Sabarka”. Mais tarde ele importou uma fêmea de cor creme, chamada “Whitey Petchora” do lado ocidental Uraliano e um macho branco-neve chamado “Musti” da Sibéria. Esses poucos cães e aqueles importados pelos exploradores foram a base para os samoiedas ocidentais. O primeiro padrão foi lavrado em 1909, na Inglaterra.

Aspectos gerais 

De tamanho médio, elegante, um spitz ártico branco. Sua aparência dá a impressão de força, resistência, graça, elasticidade, dignidade e autoconfiança. A expressão chamada “sorriso do Samoieda” é formada por uma combinação do formato e posição dos olhos, e as comissuras labiais ligeiramente curvadas para cima. As características sexuais devem estar claramente definidas.

Macho: Altura Máxima – tolerância de + 3cm do ideal / Altura Mínima – tolerância de – 3cm do ideal / Altura Ideal – 57 cm

Fêmea: Altura Máxima – tolerância de + 3cm do ideal / Altura Mínima – tolerância de – 3cm do ideal / Altura Ideal – 53 cm

Pelagem: os pelos são profusos, espessos, flexíveis e de pelagem polar e densa. O Samoieda é um cão com pelagem dupla, com subpelo curto, denso e macio e o pelo de externo mais longo, mais áspero e reto. O pelo forma uma juba em torno do pescoço e sobre os ombros, emoldurando a cabeça, principalmente, nos machos. Na cabeça e nas faces anteriores dos membros, o pelo é mais curto e liso; na face externa das orelhas, o pelo é curto, hirsuto e liso. Na face interna das orelhas é bem guarnecido. Na parte traseira das coxas, o pelo forma um culote. Nos espaços interdigitais, encontram-se os pelos de proteção. A cauda é abundantemente revestida. Nas fêmeas, a pelagem é frequentemente mais curta e de textura mais suave do que nos machos. A correta textura da pelagem deve sempre ter um especial brilho cintilante.

Cor: branco puro, creme ou branco com biscoito (a cor de fundo deve ser branca com algumas marcas biscoito). Jamais deve dar a impressão de ser bege.

Fonte: Bruno Tausz

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.