Assinar: conteúdo | comentários

Borzói

O Borzói tem feito parte da cultura nacional e da história da Rússia por nove séculos. O Relato Cronológico Francês do século XI revela que três borzóis acompanharam a filha do Grão Duque de Kiev, Anna Yaroslavna, quando ela chegou na França para tornar-se esposa de Henrique I.

Padrão FCI: nº 193 / 22 de novembro de 2006 / BR

Origem: Rússia

Nome de Origem: Russkaya Psovaya Borzaya

Utilização: Caça à lebre e corrida.

Entre os proprietários e criadores haviam muitas pessoas famosas inclusive Czares e poetas: Ivan, o terrível, Pedro o Gande, Nicolas II, Pushkin, Turgenev.

A criação do famoso canil “Pershinskaya okhota” pelos ilustres criadores, o Grão Duque Nicolai Nicolaevitch e Dimitri Valtsev, foi de suma importância.

Desde o final do século 19, o borzói é visto nos maiores canis de criação da Europa e América.

Aspectos gerais

Cão de aparência aristocrática, de grande porte, de constituição esguia e ao mesmo tempo robusta, de construção muito levemente alongada. As fêmeas são geralmente mais longas que os machos. Ossatura forte, mas não massuda.

Os ossos são preferencialmente planos. Musculatura esguia, bem desenvolvida, especialmente nas coxas, mas sem mostrar relevo. A harmonia das formas e dos movimentos é da maior importância.

Macho: Altura Máxima – 82 cm / Altura Mínima – 70 cm / Altura Ideal – padrão não comenta.

Fêmea: Altura Máxima – 77 cm / Altura Mínima – 65 cm / Altura Ideal – padrão não comenta.

Pele: flexível e elástica.

Pelagem:

sedosa, macia e flexível, ondulada ou formando pequenos caracóis, mas jamais em pequenos caracóis apertados. Na cabeça, orelhas e membros, o pelo é acetinado (sedoso, mas mais pesado), curto e assentado.

No tronco, o pelo é suficientemente longo, ondulado; na região dos ombros e na garupa, os pelos forma finos caracóis; nas costelas e coxas, o pelo é mais curto; são mais longos os pelos que formam as franjas, os “culotes” e as franjas da cauda. A pelagem do pescoço é densa e abundante.

Cor:

Todas as combinações de cores, mas nunca com azul, marrom (chocolate) e quaisquer derivados dessas cores. Todas as cores acima mencionadas podem ser uniformes ou malhadas. As franjas, “culotes “, franjas da cauda são consideradas mais claras que a cor de fundo. Para as cores principais uma máscara preta é típica.

Temperamento

No seu dia a dia o borzói tem um temperamento calmo e equilibrado. Ao avistar uma presa torna-se repentinamente excitado. Ele tem um olhar penetrante, capaz de ver muito longe. Sua reação é impetuosa.

Fonte: Bruno Tausz

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.