Assinar: conteúdo | comentários

Boiadeiro de Flandres

Boiadeiro de Flandres é uma raça canina oriunda da região de Flanders, parte belga, parte francesa. De acordo com estudos, os boiadeiros e condutores de gado buscavam um cão com aptidões para este tipo de trabalho, selecionando os mais fortes e obedientes.

Padrão FCI: nº 191 – 27 de setembro de 2002

Origem: França e Bélgica

Nome de Origem: Bouvier des Flandres / Vlaamse Koehond

Utilização: Boiadeiro

Histórico

O Boiadeiro de Flandres, como indica seu nome, é originário da região de Flandres, considerada tanto belga quanto francesa, sem qualquer fronteira natural separando.

Os boiadeiros e condutores de gado de Flandres, que precisavam de bons cães para conduzir seus rebanhos, selecionavam os cães de acordo com suas aptidões, comportamento e físico. Qualidades que o atual Boiadeiro de Flandres herdou.

Originalmente, foi empregado como condutor de gado, como cão de tração e como cão batedor. A modernização dos equipamentos das fazendas modificou sua utilização inicial e, atualmente, o Boiadeiro de Flandres serve, principalmente, como cão de guarda da propriedade e das fazendas, cão de defesa e policial.

Suas aptidões físicas e mentais, suas excelentes qualidades olfativas, sua iniciativa e inteligência permitem que ele seja utilizado como cão de faro, estafeta ou perseguidor de caçadores de caça proibida.

 

Aspectos gerais

Brevilíneo. Com tronco curto e atarracado, membros fortes e bem musculosos. O Boiadeiro de Flandres sugere potência sem rusticidade.
Deve ser julgado em sua posição natural, sem nenhum contato com o apresentador.

Temperamento

Calmo. Pelo olhar, ele revela inteligência, energia e audácia. Deve conservar, integralmente, suas aptidões para o trabalho.

Altura

Macho: Altura Máxima – 68 cm / Altura Mínima – 62 cm / Altura Ideal – 65 cm

Fêmea: Altura Máxima – 65 cm / Altura Mínima – 59 cm / Altura Idea l- 62 cm

Peso

* 35 a 40 quilos para os machos.

* 27 a 35 quilos para as fêmeas.

Pele

 Firmemente ajustada, sem frouxidão significativa. As bordas das pálpebras e dos lábios são sempre bem escuras.

Pelagem

Pelo bem farto, forma com o subpelo uma capa protetora perfeitamente adaptada às bruscas variações climáticas da terra de origem da raça. Rústico ao toque, seco e fosco, nem muito longo nem muito curto (em torno de 6 cm), ligeiramente eriçado sem ser lanoso ou encaracolado.

Cor

É geralmente cinza, tigrada ou encarvoada.

Fonte: Bruno Tausz

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.