Assinar: conteúdo | comentários

Raças de Cães de A – D

Originariamente o affenpinscher é um cão de companhia na região Sul da Alemanha. Seus ancestrais foram pintados por Albrecht Dürer (1471 – 1528) em suas xilogravuras. Os primeiros registros do affenpinscher remontam a 1879. Saiba Mais
Oriundo das montanhas dessa nação, o Afghan Hound chegou à Inglaterra em 1900, como cão de exposição. É considerado um animal caçador, de perseguição, embora seja popular como um glamuroso canino de competições de beleza. Saiba Mais
Muito confiável, afeiçoado e dócil com seu dono e membros da família, o Aidi, cão do Atlas revela um notável e inerente comportamento de proteção. Sempre alerta instintivamente avalia a gravidade e a proximidade do perigo. Saiba Mais
Airedale Terrier é um cão muito expressivo, de movimentos ágeis, sempre “na ponta dos cascos” na expectativa de qualquer movimento. Seu caráter é revelado pela expressão de seus olhos, o porte das orelhas e a cauda empinada. Saiba Mais
Akita é um cão que detém a honra de ser chamado de “Monumento Nacional”. É uma raça que teve origem na região Norte do Japão há cerca de 300 anos, quando era usado como cão de briga, esporte muito popular no Japão desde a Idade Média. Saiba Mais
No início a história do Akita americano é semelhante a história do Akita Japonês. Desde 1603, na região de Akita, os cães chamados Akitas Matagis (cães de porte médio de caça ao urso) foram usados como cães de rinha. Saiba Mais
American Pit Bull Terrier é um cão de resistência, autoconfiança e a alegria de viver, gosta de agradar e é cheio de entusiasmo. Excelente cão de companhia, é notável o seu amor por crianças. Saiba Mais
American Staffordshire Terrier é conhecido por sua força e valentia, esta raça foi muitas vezes transformada em máquina de briga, mas vale lembrar que este cão tem diversas outras qualidades. São dóceis, inteligentes, excelentes com crianças e como guardiões. Saiba Mais
Azawakh Tuareg Sloughi é um lebrél africano do tipo afro-asiático que apareceu na Europa por volta de 1970 e veio da bacia média da Nigéria, entre outros do vale do Azawakh. Saiba Mais
O Barbet – Cão d’Água Francês é equilibrado, nem agressivo nem nervoso, dócil. Muito apegado a seu dono. Muito sociável e adora a água. Muito brincalhão e ativo, é um cachorro ideal para crianças, famílias e até para pessoas de mais idade. Saiba Mais
O Basenji não late, mas não é mudo, tem um ruído próprio e especial, uma mistura de chacota com o canto do pássaro alpino. Notável por sua limpeza em todos os sentidos. Uma raça atenta, inteligente e independente, mas afetuosa, podendo ser arredio com estranhos. Saiba mais
O basset de Artois, originalmente chamado basset d’Artois, é uma raça menor, de pernas curtas, variação do Cão de Artois. Reconhecida no Brasil um ano após seu parente, possui características bastante semelhantes, principalmente na pelagem, baixa e colorida. Saiba Mais
O Basset Hound é um cão obstinado, de linhagem de sabujos antiga que caça pelo faro, com instinto de matilha, voz melodiosa e profunda, com grande resistência no trabalho de campo. Afetuoso e plácido, nunca agressivo ou tímido. Saiba Mais
Conhecido por seu temperamento excelente e sua afetuosidade, o beagle é o animal de estimação de toda a família. Para se conviver bem com esta raça, é porém necessário dar um treinamento firme. Saiba Mais
O Beagle Harrier é uma raça de cães farejadores originária da França. Seu nome provém de duas raças Beagle e Harrier, as quais deu sua origem. O Beagle Harrier parece ser um Beagle grande ou Harrier pequeno. É um cão de porte médio, entre 45 e 50 centímetros de altura. Saiba Mais
O Bichon Frisé é pequeno, alegre e brincalhão, de movimentação vigorosa , focinho de comprimento médio; pelagem longa, enrolada tipo cacheada, muito solta, semelhante à pelagem da cabra da Mongólia. Saiba Mais
A raça Bichón Habanero é originária da região mediterrânea ocidental e foi desenvolvida ao longo do litoral espanhol e italiano. Parece que esses cães foram introduzidos precocemente em Cuba por capitães italianos das grandes travessias. Saiba Mais
O Boiadeiro Australiano é conhecido por sua fidelidade e instinto de proteção o tornam, automaticamente, um cão ideal para a guarda de sítios e fazendas. Embora tenha uma desconfiança natural para com estranhos, deve ser dócil no manejo, particularmente, em pista de exposições. Saiba Mais
O Boiadeiro Bernês é conhecido e apreciado no mundo inteiro graças a sua pelagem tricolor com marcações e bem distribuídas, a sua adaptabilidade e sociabilidade em família. Saiba Mais
O Boiadeiro de Flandres é uma raça canina oriunda da região de Flanders, parte belga, parte francesa. De acordo com estudos, os boiadeiros e condutores de gado buscavam um cão com aptidões para este tipo de trabalho, selecionando os mais fortes e obedientes. Saiba Mais
O Border, como poucas outras raças atualmente, conserva a função para qual foi desenvolvido. É um cão que está sempre disposto ao trabalho com o rebanho e é capaz de exercer essa função em conjunto com o pastor em uma parceria perfeita. Saiba Mais
O Border terrier é originária do Reino Unido, é uma raça cuja origem não é claramente conhecida. Sabe-se que foi encontrada no fim do século XVIII na fronteira entre a Inglaterra e a Escócia. Em decorrência de sua pouca popularidade, não passou pelos cruzamentos indiscriminados da moda, o que assegurou a manutenção de suas características física. Saiba Mais
O Borzói tem feito parte da cultura nacional e da história da Rússia por nove séculos. O Relato Cronológico Francês do século 11 revela que três borzóis acompanharam a filha do Grão Duque de Kiev, Anna Yaroslavna, quando ela chegou na França para tornar-se esposa de Henrique I. Saiba Mais
O Boston Terrier é um cão esperto, altamente inteligente, pelagem lisa, cabeça pequena, construção compacta, talhe pequeno, bem proporcionado, de cor rajada, selada ou preta e uniformemente marcado com branco. Saiba Mais
Apesar da cara de poucos amigos, o Boxer Alemão é um cão paciente e ótima companhia para crianças. Mesmo entre brincadeiras, ele está sempre atento para que nada aconteça com elas. Cão de guarda nato, o Boxer fica desconfiado e reservado na presença de estranhos. Já com a família e conhecidos é leal e fiel. Saiba Mais
O Braco alemão de pelo curto é uma raça de cães desenvolvida na Alemanha por volta do século XVII pelos caçadores flamengos. Até a década de 1800 seus exemplares eram tidos como atarracados, o que levou ao cruzamentos com pointers ingleses na busca por animais mais leves, atléticos e de musculatura forte. Saiba Mais
O Buldogue Americano tem seus primeiros relatos a partir de 1400, quando eram chamados de “aliants”. Eles foram originalmente usados em rinhas com touros até o século XVIII, quando essa prática foi proibida por lei. Saiba Mais
O buldogue campeiro tem sua origem nos buldogues que vieram para o Brasil trazidos pelos imigrantes europeus desde o século XVIII. Devido à criação de gado ser sempre forte na região sul. Saiba Mais
O Bull Terrier também foi usado para caça, e hoje em dia é um grande guarda e um ótimo companheiro. É um cão de constituição sólida, ativo, simétrico, de expressão profunda, decidida. Obediente e tolerante frente à disciplina. Saiba Mais
Buldogue Francês surgiu, provavelmente como todos os dogues, molossos do Epiro e do Império Romano, parente do Buldogue da Grã-Bretanha, dos Alanos (tribo da Idade Média), dos dogues e pequenos dogues da França. Saiba Mais
O Buldogue Inglês é um cão inteligente, muito doce com a sua família e fanaticamente fiel à ela. O Buldogue gosta de companhia, é afetuoso e brincalhão. Não é agressivo, há menos que seja agredido abertamente. Muito fortes e resistentes, os Buldogues são excelentes companheiros, calmos e de fácil trato. Saiba Mais
O Bulmastife é uma raça canina inglesa desenvolvida no século XIX, mas que só foi reconhecida no século seguinte. Provavelmente, ele foi no início utilizado por guardas florestais para combater a caça clandestina. Saiba Mais
Cairn Terrier é ágil, alerta, habilidoso, apresentado ao natural. Firme nas patas dianteiras. Posteriores poderosos. Peito profundo, bem fluente na movimentação. Pelagem resistente às intempéries. Saiba Mais
Cão Bandog Redcapo é um cão compacto de pequeno para médio porte, ativo, mas massudo, bem construído, contudo mais para a baixa estatura, de conjunto bem musculado equilibrado. Saiba Mais
O Cão Corso é o descendente direto do antigo Molosso Romano. Formalmente difundido por toda a Itália; num passado recente, a raça aparece na Província de Apulia e nas diferentes regiões do Sul da Itália. Saiba Mais
Cão da Serra da Estrela é um cão alerta e dignificado, sua expressão é calma, mas aguçada e vívida. Impondo-se notavelmente com sua às vezes ameaçadora desconfiança para com estranhos; por outro lado excedendo-se em sua dedicação e obediência ao dono. Saiba Mais
Alerta, de reações rápidas, o Cão de Canaã  é desconfiado para com estranhos, fortemente defensivo mas não naturalmente agressivo. Vigilante, não só com os humanos mas também com outros animais. Extraordinariamente devotado e fácil de treinar. Saiba Mais
Cão de crista chinês tende a ser afetuoso, muito energético e brincalhão.É considerado um bom cão familiar. Acredita-se que é um animal de estimação chinês desde o século 13, e que a perda de pelos tenha ocorrido pelo cruzamento desta raça com o Chihuahua. Saiba Mais
As principais qualidades do Cão de montanha dos Pirinéus são a força e a agilidade, como também a meiguice e o apego aos que são protegidos por ele. Esse cão de guarda tem uma propensão à independência e um senso de iniciativa que exigem da parte de seu dono uma certa autoridade. Saiba Mais
Cão de Santo Humberto é gentil, plácido, bondoso e sociável com pessoas. Particularmente apegado ao seu dono. Tolerante aos companheiros e outros animais domésticos. Um pouco reservado e inflexível. Tão sensível a elogios como às correções. Jamais agressivo. O tom de sua voz é profundo, mas raramente late. Saiba Mais
Cão de ursos da Carélia é de índole equilibrada, um tanto reservado, corajoso e persistente. Muito autoconfiante, pode ser agressivo contra outros cães, mas jamais contra outras pessoas. Espírito de luta altamente desenvolvido. Saiba Mais
O Cão fila de São Miguel antes de tudo, um cão boiadeiro, mas igualmente, em casa, um cão de guarda de propriedade e defesa pessoal. De temperamento forte para com estranhos, mas dócil com seu dono, muito inteligente e muito receptivo. Saiba Mais
O Chihuahua é conhecido pela sua personalidade e lealdade, mas não são recomendáveis para as crianças por causa do seu tamanho e pela fragilidade. No entanto, sua agilidade, inteligência e tamanho os fazem adaptáveis a vários ambientes, inclusive cidades e apartamentos. Saiba Mais
Os Chow Chows são cães carinhosos devido a esse temperamento, muitas vezes mal interpretado, o Chow Chow, deve desde cedo, assim que liberado pelo veterinário, iniciar um trabalho de sociabilização, onde outras pessoas, cães e mesmo gatos devem fazer parte de seu convívio diário. Saiba Mais
Cirneco do Etna é um cão de caça adaptado a terrenos ásperos, especialmente indicado para a caça ao coelho selvagem – dotado de grande temperamento e, ao mesmo tempo, doce e afetuoso. Saiba Mais
Cocker Spaniel Americano é um cão extremamente alegre, carinhoso, equilibrado, sem nenhuma timidez. Ativo, dócil, amigável, afetuoso, extrovertido e sociável, um tanto quanto preguiçoso, muito comilão e principalmente companheiro. Saiba Mais
Cocker Spaniel Inglês é de natureza alegre, com a cauda típica sempre vibrante em incessante movimento, principalmente quando segue o rastro, sem medo de penetrar em esconderijos densos. Meigo e afetuoso; cheio de vida e exuberância. Saiba Mais
Collie pelo longo é dócil, se dá bem com todos os membros da família, principalmente com crianças pequenas. Diante da impossibilidade de precisar em datas, a origem do collie de pelo longo deve-se a que, até o século XVIII, esta raça era considerada exclusivamente de trabalho. Saiba Mais
Coton de Tulear é alegre, estável, muito sociável com humanos e outros cães; adapta-se perfeitamente a qualquer modo de vida. O temperamento do Coton de tuléar é sua principal característica rácica. Saiba Mais
Os Dálmatas são cães bastante inteligentes que conseguem nos transmitir os seus desejos com expressões corporais e latidos. Normalmente dão-se bem com outros animais, havendo sempre algumas exceções. Saiba Mais
A atitude do doberman é amigável e calma; muito devotado à família ele ama as crianças. É desejável um temperamento e dureza médios. É exigido um limiar de excitação médio com um bom relacionamento com seu dono. Saiba Mais
Dogo Canário é aparentemente calmos. Olhar fixo e atento. Especialmente equipado para a função de guarda e tradicionalmente utilizado para pastorear e manejar o gado. De temperamento equilibrado e grande autoconfiança. Saiba Mais
O Dogue Alemão é amistoso, carinhoso e apegado com seus donos, principalmente com as crianças; reservado com estranhos. Autoconfiante, corajoso, de fácil condutibilidade, dócil, é um excelente cão de companhia e de família. Saiba Mais
Dogue Argentino é alegre, franco, humilde, amigável, pouco ladrador, demonstrando sempre ser consciente de sua força. Jamais deve ser agressivo, caraterística que deve ser severamente observada. Saiba Mais
Dogue Brasileiro é um cão ativo, atento e observador, de expressão séria para estranhos e meiga para com o dono. Equilibrado, apto à disciplina, porém destemido quando provocado ou sob comando. Não deve dar demonstrações gratuitas de agressividade, principalmente diante de outros cães. Saiba Mais
Dogue de Bordeaux é um antigo cão de combate, talhado para a guarda, que assume, com atenção e grande coragem, sem agressividade. Bom companheiro, é muito apegado ao seu dono e muito afetuoso. Calmo, equilibrado com limiar de excitação (reação) alto. O macho geralmente tem um caráter dominante. Saiba Mais 
0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.