Assinar: conteúdo | comentários

Pastor Alemão

Tanto no comportamento quanto no caráter, o Pastor Alemão deve ser ponderado, bem equilibrado, autoconfiante, absolutamente natural, completamente inofensivo (salvo quando provocado), vigilante e dócil.

Origem: Alemanha

Nome de Origem: Deutscher Schäferhund

Utilização: Pastoreio, policial, guarda, busca e salvamento.

Histórico

De acordo com a disposição oficial o Verein für Deutsche Schäferhunde (SV) e. V. situado em Augsburg, membro da Verein Für das Deutsche Hundewesen (VDH) é a organização fundadora do pastor alemão e portanto responsável pelo padrão da raça. Trabalhando nesse documento começou a primeira assembleia em Frankfurt/M a 20 de setembro de 1899 e é baseada nas propostas por A. Meyer e V. Stephanitz.

Adendos e revisões do padrão foram feitas como se segue: assembleia de sócios em 28 de julho de 1901; 23ª assembleia em 17 de setembro de 1909 em Colônia (Koln); Reunião da Diretoria e da Comissão Executiva em 05 de setembro de 1930 em Wiesbaden e o Encontro da Comissão de Criação e Diretoria em 25 de março de 1961 em conjunto com a WUSV – Weltunion der Schäferhundvereine e durante o Encontro da WUSV em 30 de agosto de 1976 quando o padrão foi estabelecido, depois de revisado e aprovado pela Diretoria e Comissão Executiva em 23 e 24 de março de 1991.

As atividades planejadas de criação começaram depois da fundação da SV em 1899. O cão pastor alemão foi desenvolvido de cães pastores em serviço durante essa época no Centro e Sul da Alemanha. O objetivo era produzir um cão de trabalho de alta performance. Para atingir essa meta, foi criado o padrão da raça. Esse documento chama atenção para ambos, qualidades físicas como também atributos de temperamento.

Aspectos gerais

Macho: Altura Máxima – 65 cm / Altura Mínima – 60 cm / Altura Ideal – tolerância: 2,5 cm.

Fêmea: Altura Máxima – 60 cm / Altura Mínima – 55 cm / Altura Ideal – tolerância: 2,5 cm.

Foto: Dreamstime

Temperamento: tanto no comportamento, quanto no caráter, o Pastor Alemão deve ser ponderado, bem equilibrado, autoconfiante, absolutamente natural, completamente inofensivo (salvo quando provocado), vigilante e dócil. Deve comprovar sua coragem, ter um caráter bem equilibrado e possuir instinto de luta, para reunir condições que o tornem capacitado às funções de escolta, guarda, proteção, serviço e de trabalho com rebanho.

Pele: suavemente ajustada, sem formar pregas.

Pelagem:  a pelagem correta do Pastor Alemão é o mais densa possível e dupla (pelo e subpelo). O pelo deve ser reto, áspero e bem assente, curto na cabeça e orelhas, incluindo a face interna do pavilhão auditivo; na face anterior dos membros, nas patas e dígitos; um pouco mais longo e cheio no pescoço. Na face posterior dos membros, alonga-se até o nível do carpo e do jarrete, formando, na face posterior das coxas, culotes, de tamanho moderado.

Cor: varia desde o preto, com marcas marrom avermelhado, marrons ou amarelas, até o cinza claro. Preto e cinza unicolor sendo, o cinza, encarvoado (sombreado).

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.