Assinar: conteúdo | comentários

Bengal

O Bengal desenvolveu-se a partir de um programa americano de 1963, em que a geneticista Jean Sugden cruzou um macho doméstico com uma fêmea de leopardo asiático, tentando transferir as marcas do gato selvagem para uma raça doméstica.

 Assim, o Bengal é o único felino híbrido doméstico. É o resultado do cruzamento entre felinos selvagens do extremo oriente com gatos de raça pura, criteriosamente selecionados.

 

O termo Bengal foi criado por William Engler, membro do Clube do Ocelote de Long Island, deve-se provavelmente ao nome científico do leopardo asiático (Felis prionailurus bengalensis).

 

A era do entusiasmo pela raça iniciou-se em 1985, quando Jean Mill exibiu os seus Bengalis — derivados das linhas de sangue de G. Meredith — em exposições da TICA, na categoria “New Breed and Color”. Rapidamente a raça tornou-se o pet nacional nos EUA, ganhando em popularidade mesmo de raças tradicionais como o American Short Hair e os Maine Coon.

 

Características e Cores

 

Com aparência de fera, o bengali possui porte de médio a grande. O seu corpo é musculoso e insinuante, tem os quadris levemente mais elevados do que os ombros. Além disso, sua cabeça é cuneiforme com contornos arredondados e um pouco mais comprida do que larga, exibindo um nariz largo, coxins dos bigodes e bochechas proeminentes. As orelhas, de dimensões que vão do médio ao médio a pequeno, são curtas, largas na base, com as pontas arredondadas. Os olhos são azuis.

 

Dependendo da linha de sangue podem ser um pouco maiores que a maioria dos gatos pelos curtos de raça. Quando adultos os machos costumam pesar por volta de 5 a 5,5 Kg e as fêmeas variam entre 3,5 a 4 Kg.

Foto Dreamstime

 

Cores: com manchas de leopardo ou marcas em tabby castanho.

 

Temperamento

 

O Bengal é inteligente, curioso, divertido e se relaciona bem com crianças e adultos. Também mantém um contato bastante sociável com animais de outras espécies. Dentro de suas principais características está o fato de ser ótimo caçador e apreciar atividades na água. O seu temperamento é dócil, não desafiador, nem intimidante. Ele pode exibir temor ou impulso em fugir ou até miar alto em protesto, mas nunca demonstra receio ou é ameaçador. Os Bengalis são confiantes, amistosos, curiosos e alertas. Ótimos como companhia dentro de casa.

 

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.