Assinar: conteúdo | comentários

Grifo de Bruxelas

Grifo de Bruxelas é um pequeno cão de luxo, inteligente, esperto, robusto, socadinho, lembrando o atarracado, de estrutura e movimentação elegante, cativando as atenções pela sua expressão, quase humana.

Origem: Bélgica

Nome de Origem: Griffon Bruxellois

Utilização: Companhia

Histórico

As três raças (grifo de Bruxelas, grifo belga e pequeno brabanção) todos descendem de um cão de tosco chamado “Smousje”, o qual durante séculos tem sido encontrado na região de Bruxelas.

No século dezenove, trazido em linhas de sangue do king charles spaniel rubi e o pug produziram o pelo curto preto fixado na raça atual. Esses pequenos cães são muito alertas e foram criados para guardar carruagens e preservar os estábulos dos roedores.

Em 1883 o primeiro grifo de Bruxelas foi registrado no L.O.S.H. (The St. Hubert Stud Book). Foram eles Topsy (L.O.S.H. nr.163) e Foxine (L.O.S.H. nr.164). Por volta de 1900 tornaram-se tão populares, juntamente com outras raças, graças ao interesse real revelado neles pela Rainha Marie-Henriette da Bélgica. Muitos exemplares foram exportados a um país estrangeiro e ajudou a difundir e popularizar a raça.

Aspectos gerais

Pequeno cão de companhia, inteligente, bem equilibrado, alerta, orgulhoso, robusto praticamente quadrado; com boa ossatura, mas ao mesmo tempo elegante na sua construção e movimentação; chamando a atenção pela sua expressão quase humana.

Os dois grifos são de pelo tosco e são diferenciados entre si pela cor.

Proporções: o comprimento do tronco, da ponta do ombro até a ponta do ísquio deve ser o mais próximo possível da altura na cernelha.

Peso: machos e fêmeas: de 3,5 a 6 quilos.

Temperamento: pequeno cão bem equilibrado, alerta, orgulhoso muito apegado a seu dono, muito vigilante. Nem tímido nem agressivo.

Pelagem: o grifo de Bruxelas e o grifo belga são de pelagem tosca com subpelagem. O pelo, naturalmente áspero, ligeiramente ondulado, não encaracolado, é tosado. A pelagem deve ser longa o suficiente para que sua estrutura seja apreciada. Os pelos muito longos destroem o contorno e não devem ser almejados. Uma pelagem sedosa ou lanosa é falta grave.

Guarnição da cabeça: a barba e o bigode começam no eixo trufa-olhos e vai de uma orelha à outra, cobrindo o focinho e as bochechas com pelos grossos mais longos que no restante do corpo. Acima dos olhos, o pelo deve ser mais longo que no restante do crânio, formando sobrancelhas.

Cor: preto, preto e castanho.

Fonte: Bruno Tausz

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.