Assinar: conteúdo | comentários

Os cuidados com a gestação de uma gatinha

Comentários desativados em Os cuidados com a gestação de uma gatinha


519799_63324715

Ter uma gata fêmea em casa é uma delícia. Existem as mais calmas, carinhosas e dorminhocas, mas também tem aquelas que são mais temperamentais. E quando se trata do período de gestação então, aí é que elas ficam ainda mais ariscas, não é mesmo? Para entender melhor o comportamento das felinas e como podemos ajudá-las, nós preparamos passo a passo do período de gestação das gatinhas, um momento de muita preparação para ela e toda a família.

O primeiro cio de uma gata ocorre por volta dos 7 meses de idade. É neste período que elas começam a se preparar para o acasalamento, que deve ser a partir dos 8 meses. Quando prenhes, elas tem uma gestação que dura cerca de 70 dias. Não será difícil notar a gestação das gatas, o corpo delas, como o das mulheres muda bastante. Elas ficam mais gordinhas rapidamente, seus mamilos ficam rosados e o temperamento é mais sereno.

Durante a gestação, não há necessidade de tratamento especial. Elas podem correr e brincar normalmente, mas quando estiver próximo ao parto, mas precisamente na última semana, é bom observar aonde ela vai ou onde sobe, para não correr o risco de acidentes. Neste período a sua alimentação também vai aumentar bastante, mas não se preocupe, ela está se fortalecendo para a chegada dos filhotes.

Por mais que a gente tente, é difícil saber onde a gata quer que seja o nascimento dos seus filhotes. Na última semana de gestação ela ficará procurando pela casa um lugar para dar à luz, e você pode ajudá-la, montando uma caixa de papelão em um canto reservado da casa. Pode ser nos fundos, no jardim e até mesmo na lavanderia. O ideal é que este lugar seja tranquilo, quente, sem correntes de ar e que tenha o mínimo de entrada de luz. A caixa deve ser grande para caber ela e os filhotes – em média de 4 a 8 gatinhos por parto – com espaço para ela se espreguiçar e uma tampa flexível, garantindo a entrada e saída que ela fará algumas vezes. No chão coloque uma toalha, para não dar umidade ou frio e coloque bastante jornal para forrar também. É neste momento que elas querem privacidade, por isso não deixe crianças se aproximarem e peça para todos na casa respeitarem este momento tão particular de uma mãe.

Um dia antes do parto, o útero da gatinha irá baixar bastante e pode ser que o nascimento dos filhotes ocorra a qualquer momento. Apesar de estar arisca, faça carinho nela e leve-a para a caixinha que você preparou. Se você não quiser acompanhar o trabalho de parto, não tem problema, mas tenha perto de você o telefone do veterinário de confiança e de um hospital veterinário 24 horas, de preferência perto da sua casa. Neste momento podem acontecer duas coisas, ou a gata vai ficar na caixa e tentar o nascimento dos filhotes ou irá sair e andar mais um pouco. Isso acontece devido às contrações que ela sente, e talvez andando possa diminuir.

Um parto normal dura cerca de 3 horas, se prolongar muito esse tempo, chame imediatamente um veterinário. Quando se iniciar o trabalho de parto, a gatinha solta um muco que servirá como lubrificante. Em seguida, os filhotes começam a sair, primeiro a cabeça e em seguida as patas ao lado. Todos eles saem envolvidos por uma membrana semitransparente, ligadas ao cordão umbilical e a placenta pós-parto. Aos poucos a gatinha vai rasgar toda essa bolsa que envolve o filhote, morder o cordão umbilical e comer a placenta. Tudo isso é normal, não se assuste.

Pode ser que a gatinha fique incomodada com a presença de pessoas ao seu redor, mas fique de olho se ela não está machucando o filhote. Como ela está se habituando ao nascimento dos filhotes é normal que ela cuide de um e largue o outro, podendo pisar nele sem querer. Se você notar algo, tente ajudá-la sempre conversando com zelo e sendo o mais cauteloso possível. Depois do nascimento dos filhotes, deixe a gata sozinha com eles. Ofereça água e ração dentro da caixa. Ela só sairá de lá poucas vezes, apenas para usar a areia higiênica, se possível deixe-a próxima também.

Os filhotes ficarão de olhos fechados durante 10 dias, após este período já será possível limpar a caixa, colocar uma toalha limpa e permitir que sejam feitas visitas breves aos novos moradores da casa. Tudo ao seu tempo, eles crescerão fortes e saudáveis. Durante a amamentação, a gata precisará de mais alimentação para repor as energias e garantir o crescimento dos filhotes, será normal a troca da ração e água neste período.

Após o período de amamentação e rápido crescimento dos filhotes, chegou a hora do desmame, que deve ser feito após 10 semanas de idade. Neste período é importante tirar os filhotes aos poucos, para a gatinha não sentir tanta falta deles. Como ela ainda estará produzindo leite, uma opção é alternar a alimentação dos filhotes com uma ração pastosa, assim o desmame é gradativo, ajudando a gatinha a não ficar com muito leite acumulado, correndo o risco de empedrar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.

Comments are closed.