Assinar: conteúdo | comentários

Entrosamento sem ciúme entre os animais

Comentários desativados em Entrosamento sem ciúme entre os animais


644539_37882289

Cachorro grande, cachorro pequeno, filhotinho, gato. Tem gente que gosta tanto de bicho que faz da casa um verdadeiro zoológico. É quando começam a surgir problemas de convivência entre eles. Uma rosnada mais alta ali, um xixi fora do lugar aqui e pronto, o arranca rabo começou. ”Ter paciência e jogo de cintura é a primeira regra para quem pretende adotar um segundo bicho”, explica o veterinário Henrique Branco.

A seguir, você confere outras recomendações para facilitar a adaptação tanto para quem já é o ”dono do pedaço” quanto para o novo membro da família.

Antes de chegar o novato

Esfrie um pouco

Aos poucos, diminua a atenção dispensada ao bicho. Ele vai aprender a lidar com essa frustração e, quando o novo amigo chegar, não ficará triste se não receber tanto carinho.

Atualize as vacinas

Tenha em dia todas as vacinas e vermífugos dos seus bichos – do novo e do velho amigo. Leve-os ao veterinário para verificar se estão bem de saúde.

Espalhe cheirinhos

Faça um contato entre os dois pelo cheiro: coloque pedaços de pano na casinha do mais velho e do novato. Você também pode esfregar uma toalha no corpo de cada um e deixá-la para o outro farejar. Mantenha esses panos ”cheirosos” próximos à comida e à cama deles – assim, seu antigo bicho de estimação vai relacionar o novo cheiro com situações sempre agradáveis, como comer e descansar.

Quando os dois se conhecerem

A apresentação

Mantenha-os sob vigilância, mas procure deixá-los à vontade em um território conhecido por ambos. Deixe que se cumprimentem, se cheirem e se lambam. Só interfira caso eles comecem a dar mostras de agressividade. Repita essas aproximações, aumentando o tempo de contato, pouco a pouco, até ter certeza de que os dois podem conviver tranquilamente sem precisar de fiscalização.

Prestigie o antigo

Deixe claro que o mais antigo é o líder. Alimente-o primeiro e dê a ele mais atenção para que ele se sinta em segurança. O filhote vai entender essa atitude e verá o outro como exemplo.

Torne-os amigos

Na presença do novo animal, ofereça petiscos e dê carinho para que o mais antigo não sinta que está na companhia de um bicho inimigo ou concorrente.

Fonte: MdeMulher

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.

Comments are closed.