Assinar: conteúdo | comentários

Chocolate pode ser prejudicial à saúde animal

Comentários desativados em Chocolate pode ser prejudicial à saúde animal


1

A Páscoa está chegando e, antes de dividir as guloseimas com o seu pet, é preciso tomar muito cuidado. O chocolate pode ser uma delícia para nós, mas pode causar intoxicação alimentar se ingerido por cães e gatos. No pior dos casos, a intoxicação pelo alimento pode levar até mesmo ao óbito. Isso ocorre porque a forma de metabolizar as substâncias é uma das principais diferenças entre nós e os bichinhos.

Dependendo da quantidade de alimento ingerida, do porte do animal e também da sua idade, o doce pode ser fatal porque possui uma substância chamada Teobromina, encontrada no cacau e usada em sua fabricação.

Mas, antes de entrar em pânico, é importante frisar que o óbito ocorre somente em casos extremos. O alimento pode ocasionar em uma parada cardíaca ou respiratória. Tudo isso acontece porque o organismo dos animais é bem diferente do dos humanos, principalmente se tratando de filhotes.

Causas e sintomas

Por ser muito parecido ou ainda mais forte que a cafeína, a Teobromina age como estimulante do sistema nervoso central e do coração, o que pode provocar arritmia cardíaca grave, dificuldade motora, chegando a alguns casos de convulsão. E não é só isso. Por conta do alto teor de gordura presente no chocolate, o pâncreas e o fígado também ficam bastante debilitados.

A intoxicação alimentar acontece porque o organismo do animal não consegue eliminar a substância rapidamente do seu fígado, permanecendo, em média, por 17 horas e se tornando cada vez mais tóxica. A quantidade da substância varia de produto para produto. Os chocolates brancos, por exemplo, têm menor teor do que o chocolate ao leite. É preciso ter muito cuidado, principalmente, se o tipo de chocolate ingerido for de grande concentração de cacau ou do tipo de chocolate em pó.

Normalmente, os efeitos podem ser notados 10 horas após a ingestão do chocolate, com apenas alguns sintomas discretos. Fique alerta se o seu bichinho apresentar diarreia e/ou vômito, dilatação do abdômen e também se estiver muito agitado e inquieto.

2

Ele comeu chocolate e agora?

Se você suspeitar que o seu bichinho tenha comido uma quantidade considerável de chocolate, entre em contato imediatamente com o seu médico veterinário. Somente ele poderá examiná-lo e tratá-lo da melhor maneira possível.

Por não haver nenhum tipo de remédio que tire o efeito da Teobromina no organismo, alguns procedimentos que podem ser feitos é a lavagem gastrointestinal e também a administração de outros compostos para evitarem a desidratação e possíveis complicações, como arritmias e convulsões. Porém, fica a critério de cada profissional, dependendo do estado de saúde do animal.

Prevenir sempre

Vamos lembrar que o melhor remédio é a prevenção. Sempre que possível, guarde os chocolates, ovos de páscoa e bombons bem longe dos animais de estimação e evite comê-los próximo ao bichinho para não deixá-los curiosos com o cheiro e sabor. Uma vez curioso e tentado, não vai medir esforços para procurar um pedacinho esquecido em algum canto da casa.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.

Comments are closed.