Assinar: conteúdo | comentários

Use odores para provocar reações nos gatos

Comentários desativados em Use odores para provocar reações nos gatos


566508_31026820

Quando se fala em olfato desenvolvido, logo associamos ao cão, porém os felinos também têm um olfato apurado e seu comportamento influenciado por odores.

O fato de o gato perceber e ser sensível a cheiros está relacionado com as necessidades de seus ancestrais não domesticados de sobrevivência na natureza. Este instinto de captação e análise dos odores presentes no ambiente já foi fundamental para assegurar a sobrevivência da espécie cuidando de aspectos como segurança, alimentação e reprodução.

Os gatos domesticados mantiveram esta habilidade olfativa, e por isso, às vezes têm reações que não associamos o porquê, mas que estão relacionadas aos aromas.

Os felinos farejam roedores, com o objetivo de caça, por diversão; fêmeas no cio, em busca de procriar, se não tiver sido castrado; e objetos da casa, com o propósito de verificar ameaças. Por isso, podem ter atitudes como tentar mascarar seu próprio cheiro para não ser percebido por sua presa e ter êxito na caça, ou urinar e defecar por todo o ambiente para demarcar território como macho dominante e conhecedor de cada elemento do espaço em que vive.

Cheiros e bom comportamento

Pra evitar comportamentos inadequados de demarcação de território, como o felino excretar sobre compras, pertences pessoais de visitas ou objetos novos na casa; o dono deve fazer com que estes itens adquiram um cheiro conhecido para o gato, seja transmitindo seu próprio cheiro tocando nestas peças ou estimulando o animal com brincadeiras a apenas andar sobre elas ou se esfregar.

Feromônios antiestresse

Alguns produtos aromáticos foram criados, com base em pesquisas científicas, para auxiliar no combate ao estresse e no desenvolvimento de um comportamento amistoso nos felinos. Estes produtos são versões sintéticas dos naturais feromônios, substâncias produzidas por cada espécie como forma de comunicação olfativa.

Dois componentes químicos dos feromônios felinos, o F3 e o F4, foram identificados como estimulantes de boas sensações para estes animais e sintetizados para uso em terapias aromáticas nos gatos através de aerossóis e difusores elétricos.

O feromônio F3 é associado à sensação de segurança no ambiente, o que costuma fazer com que o animal não demarque território com urina e fezes e não destrua objetos arranhando-os. Já o ferômonio F4, é tido como estimulante de autoconfiança, tendo como consequência um comportamento afável do gato com relação ao humano ou outros companheiros de espécie.

Portanto, os donos de gatos devem saber manejar os odores do ambiente de modo a deixar seu companheiro mais à vontade e evitar conflitos, seja, através de brincadeiras, auxiliando seu bichano a criar hábitos positivos de interação com objetos e transmissão de odores, ou usando os produtos de terapias aromáticas disponíveis no mercado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.

Comments are closed.