Assinar: conteúdo | comentários

Seu cão é coprófago?

Comentários desativados em Seu cão é coprófago?


Culturalmente e por questões sanitárias desenvolvemos repulsa às fezes, pois as associamos à sujeira e doenças. Mas, o cocô nada mais é do que restos de alimentos e, quando estamos saudáveis não causam nenhum mal. Muitos cães têm o hábito de ingerir fezes – a chamada coprofagia -, para lidar com este comportamento é preciso ter calma e entender suas causas.

Os cães podem ser coprófagos por motivos de saúde ou psicológicos e cabe ao dono, com o auxílio de um veterinário identificar o fundamento desta atitude de seu companheiro para desenvolver estratégias para administrar a situação.

Cocô “apetitoso”

A motivação de saúde que leva os cães a ingerirem fezes é o fato de que estas podem ter restos de gordura e proteínas, o que confere um aroma apetitoso aos cães.

Se as fezes que o seu cãozinho come são as próprias, deve-se investigar junto a um veterinário a possibilidade de problemas digestivos, pois o animal pode estar comendo seus dejetos para repor nutrientes que seu organismo sente deficiência. Caso seu cão costume comer as fezes de outro, ambos devem ser levados ao veterinário para avaliação.

Quando o cão não tem problemas digestivos, a possível causa da coprofagia pode ser de ordem psicológica, o que sinaliza ansiedade ou mesmo uma “brincadeira” da parte dele.

Ansiedade e busca por atenção

O cachorro pode se tornar um “comedor de fezes” se sentir-se ansioso por não receber a devida atenção, ficando muito tempo sozinho.

Quando isto acontece, o dono, ao rever seu cachorro após o costumeiro afastamento, não deve “fazer festa” nem dar bronca, pois a excitação ou o estresse de ambas as posturas podem intensificar o problema.

Neste caso, a melhor atitude que o dono pode ter é aumentar a atividade física do cão e tentar deixá-lo mais calmo, melhorando a quantidade e qualidade do tempo que passa junto com o seu companheiro.

Fezes como brinquedo

Para os cães que não sofrem de ansiedade, comer fezes pode ser uma brincadeira. Os cães, ao ficarem em locais pequenos e terem a cama, o comedouro e a água próximos do local em que defecam, passam a considerar as fezes um brinquedo.

A melhor maneira de evitar que o cão pense desta forma é manter o local onde ele fica limpo, escolher um espaço para o animal defecar que seja longe de onde come e dorme, deixar sempre brinquedos ao alcance e zelar para que sempre tenha atividades que o distraiam e divirtam.

Outra boa atitude que o dono deve ter é sempre recolher as fezes de seu companheiro com calma, para que o cão não ache que seu dono está pegando o cocô porque este é uma coisa boa.

Oferecer um petisco ao cão, jogar um produto bem amargo e não tóxico em cima das fezes e, após isso, deixar o animal cheirar as fezes, ajuda a fazer o animal perder o interesse em brincar ou comer os excrementos.

Lembre-se: seu cão não tem o senso de higiene igual ao dos humanos. Carinho e paciência são os gestos que ele merece e precisa para aprender a evitar maus hábitos, ser feliz e saudável.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.

Comments are closed.