Assinar: conteúdo | comentários

Sem receio à castração de filhotes

Comentários desativados em Sem receio à castração de filhotes


Se você tem um pé atrás quando o assunto é castração, não hesite mais. A medida é amplamente defendida pelos especialistas que querem o bem do seu animal – e por ótimos motivos. “Nas fêmeas o procedimento reduz consideravelmente o risco de tumores de mama e infecções no útero, que são muito comuns, enquanto no macho afasta problemas na próstata”, garante a veterinária Valéria Correa.

Você só deve prestar atenção no período mais indicado para a esterilização. O ideal seria que tanto cães quanto gatos de ambos os sexos se submetessem a ela antes do primeiro cio, que ocorre entre o quarto e o sexto mês de vida, quando os hormônios entram em ebulição. Depois disso, sobretudo no caso de cadelas e gatas, a cirurgia já não funciona tão bem para evitar as doenças.

Você receia a operação? Fique tranquila. A castração não é nenhum bicho de sete cabeças, embora represente um pequeno risco, como qualquer cirurgia. “Ela é feita com anestesia geral e dura cerca de uma hora e meia”, conta a veterinária Tânia Parra. “Por meio de uma pequena incisão removemos os testículos ou os ovários e o útero”, explica. O bicho não precisa ficar internado e a recuperação é rápida. O único cuidado pós-cirúrgico é usar uma proteção local contra uma eventual agressão bem ali. Depois de sete dias os pontos já podem ser retirados.

O pré-operatório também é simples – consiste em exames clínicos e laboratoriais, como hemograma, além de testes de função renal e hepática. Se achar necessário o veterinário pedirá ainda uma avaliação cardíaca. Tudo para aumentar ainda mais a segurança do procedimento.

Além das vantagens para a saúde, a esterilização muda – para melhor – o comportamento do bicho. Para começar, fica menos saidinho, o que poupa o dono do constrangimento de vê-lo se esfregando no pé do sofá ou na perna da visita. De quebra, a agressividade diminui e, no caso dos machos, ele deixa de urinar em todos os cantos da casa para delimitar seu território.

Ainda restam algumas dúvidas? Confira os mitos e verdades sobre a castração :

 O animal sempre engorda?

Bem, na verdade ele tende a ficar um pouco mais sedentário, mas uma alimentação light e estímulos para prática de exercício físico previnem os quilos a mais.

A castração causa incontinência urinária?

Isso é muito raro. Só costuma ocorrer quando a castração é realizada antes dos 4 meses de idade.

O bicho fica frustrado?

Castrado ele não sente a menor necessidade de se acasalar. E aí mesmo é que não se frustra só porque o dono deixou de lhe arrumar um parceiro sexual.

A pele do bichinho pode apresentar problemas?

Vamos ser francos: alguns estudos sugerem a relação entre castração e problemas de pele, mas isso ainda não está bem claro.

Adeus, gravidez psicológica?

Sim, a cirurgia evita que a cadela ou a gata produzam leite e se comportem como se estivessem esperando filhotes.

Fonte: MdeMulher

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.

Comments are closed.