Assinar: conteúdo | comentários

Seu cão pode estar com dores na coluna

Comentários desativados em Seu cão pode estar com dores na coluna


Se o seu animal de estimação evita subir em sofás, camas ou até mesmo escadas, passa a maior parte do tempo deitado ou sentado e, às vezes, chora sem motivo, isso pode ser um sinal de que ele está sofrendo com dores na coluna. O problema é característico em animais que estão na terceira idade, mas também pode afetar os mais novos, que sofreram algum tipo de lesão ou raças que têm predisposição à doença, além de cães obesos.

Segundo Renata Novak, médica veterinária e especialista em fisioterapia e acupuntura, esse tipo de problema é mais comum em raças com característica mais comprida. “Algumas espécies possuem a espinhal dorsal alongada como o Basset Hound, o Teckel (Daschshund)  e o Lhasa Apso. Isso pode ser um fator que irá contribuir para as dores na coluna, mas não é determinante, pois o problema também aparece em outras raças”, afirma.

De acordo com Renata, este tipo de desconforto pode ser evitado com tratamentos, porém, em certos casos, apenas a intervenção cirúrgica poderá resolver. “Muitos bichos sofrem torções brincando. Nessas condições, além da terapia com medicamentos para amenizar a dor e regenerar e melhorar a qualidade do líquido articular, são recomendadas sessões de fisioterapia para auxiliar no tratamento”, indica.

A veterinária também explica que em certos casos será necessária a realização de radiografias para avaliar qual o tipo de trauma. “Assim, podemos definir qual tratamento será mais apropriado e garantir que o cão não sofre com hérnias de disco, bico de papagaio e câncer nas vértebras”, esclarece.

Outro fator que pode contribuir para o aparecimento da patologia é a chegada do frio. Mas não é a única causa, pois em certos os casos o animal já está com o problema e a baixa temperatura só irá acentuar a dor. “Por isso é importante acompanhar a rotina do cão, para auxiliar no diagnóstico. O dono deve perceber, nos momentos que passa com seu pet, se algo diferente está acontecendo. É uma atitude simples e que pode melhorar muito a qualidade de vida do animal”, avalia a médica.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.

Comments are closed.