Assinar: conteúdo | comentários

A pet terapia em casas de reabilitação

Comentários desativados em A pet terapia em casas de reabilitação


Pet terapia conquista espaço em casas de reabilitação Idosos, portadores de necessidades especiais, além de crianças e adultos com depressão podem obter avanços no quadro clínico graças ao contato com os animais. O Projeto Pelo Próximo que utiliza a pet terapia em várias Instituições do Rio de Janeiro, realiza esse trabalho filantropicamente há cerca de três anos e vem conquistando cada vez mais espaço em casas de reabilitação da cidade.

O grupo é formado por uma equipe multidisciplinar de profissionais da área de saúde e de voluntários que realizam um trabalho sério e consistente, onde é oferecida a oportunidade de entretenimento, motivação, informação, educação e benefícios terapêuticos por meio do contato com os animais, visando sempre a melhoria na qualidade de vida e mudança na rotina de vida diária. Nas principais atividades desenvolvidas pelo Projeto se enquadram a TAA (Terapia Assistida por Animais), AAA (Atividade Assistida por Animais) e EAA (Educação Assistida por Animais).

O Projeto conta hoje com um staff de 23 cães co-terapeutas e uma calopsita, que realizam diversas atividades com pacientes, assim como contato direto com o animal; exercícios para estimular o raciocínio e trabalhar a motricidade tanto fina quanto global dos pacientes. Fazem parte do quadro de exercícios: escovação, exercícios com arco, exercícios de estimulação usando o boliche e pequenas apresentações de agility e show dog.

De acordo com a coordenadora do grupo, Roberta Araújo, objetivo principal do trabalho é, por meio da interação homem-animal dentro da Atividade, Educação e Terapia Assistida por Animais, promover e proporcionar os benefícios dos efeitos terapêuticos dos animais em prol da melhoria da saúde física, emocional e mental dos assistidos.

“A vantagem do cão é que o amor dele é incondicional. Para ele não existe preconceito. Em visitas a idosos, você vê um idoso que não levanta a mão pra pegar um copo de água, mas ele abaixa o tronco pra fazer carinho no animal, ele penteia o cachorro, que é um exercício de extensão dos membros. Utilizamos vários tipos de exercícios, sempre direcionado ao perfil de cada paciente”, explica Roberta.

Para as crianças, há ainda o “Pet Health” (os cães viram os pacientes e as crianças, os médicos), apresentações de teatro, atividade de leitura, desenho, pintura e jogos para estimular a concentração, e principalmente, para despertar nas crianças o respeito aos animais e a posse responsável.

 Como seu animal pode se tornar um cão de terapia?

Para participar da seleção o cão precisa ter acima de um ano, ser castrado, não apresentar agressividade, se dar bem com outros animais, além de idosos e crianças e estar com a carteira de vacinação em dia. Os cães selecionados passarão por testes de onde serão realizadas simulações de visitas, testes que envolvem barulhos, insegurança e convivência. Após essa etapa, os animais aprovados nos testes, passarão por avaliação veterinária e seus proprietários deverão apresentar a carteira de vacinação atualizada, exames de sangue, fezes, urina com um período máximo de seis meses e, um atestado de saúde fornecida pelo veterinário de cada animal.

Os cães selecionados serão vermifugados e estarão aptos para participar da próxima fase classificatória, que consiste em serem integrados ao grupo para a realização de três visitas em instituições. Após essas visitas, onde seus cães serão observados nos mínimos detalhes, caso sejam aprovados, serão integrados definitivamente. Para inscrever seu animal, envie email para peloproximo@gmail.com. Após o recebimento do email, será encaminhada aos proprietários uma ficha de cadastro que deverá ser preenchida e encaminhada com uma foto.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.

Comments are closed.