Assinar: conteúdo | comentários

Os malefícios da ingestão do adoçante

Comentários desativados em Os malefícios da ingestão do adoçante


A Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade aos Animais (ASPCA) alerta sobre os malefícios do xilitol. O adoçante é encontrado em certas gomas de mascar sem açúcar, doces, produtos de panificação, creme dental e outros produtos, e pode causar sérios problemas e até mesmo risco de morte para os pets. O Centro de Posse e Controle Animal (APCC- na sigla em inglês) da ASPCA, em Urbana, Ilinois, contabilizou um aumento nos casos de ingestão acidental do adoçante por bichos de estimação.

Uma explicação para o aumento de animais expostos acidentalmente ao xilitol, de acordo com Mindy Bough, vice-presidente do APCC, seria sua maior oferta no mercado. “O xilitol parece ser cada vez mais popular nos produtos alimentares, porque é um substituto do açúcar, útil para os diabéticos e também diminui o desenvolvimento de cáries em humanos”.

Segundo o Dr. Eric Dunayer, toxicologista sênior do APCC, cães que ingerem alimentos adoçados com xilitol podem desenvolver uma queda brusca de açúcar no sangue, resultando em depressão, perda de coordenação e convulsões. “Estes sinais podem se desenvolver muito rapidamente, às vezes, menos de 30 minutos após a ingestão do produto. Portanto, é crucial que os donos procurem tratamento veterinário imediatamente”. Eric também diz que parece haver uma forte ligação entre ingestão de xilitol e o desenvolvimento de insuficiência hepática em cães.

Pequenas doses, grandes problemas

Enquanto se pensava que só as grandes concentrações de xilitol poderiam resultar em problemas, pequenas quantidades também são preocupantes. “De acordo com o Dr. Dunayer, é preciso ter atenção, principalmente, com produtos que contenham o xilitol como um dos principais ingredientes. “No entanto, temos começado a ver problemas causados pela ingestão de produtos com menor quantidade do adoçante também”.

Eric alerta ainda que, com menores concentrações de xilitol, o início dos sinais clínicos pode ser adiado até 12 horas após a ingestão. “Portanto, é importante lembrar que mesmo que o animal não desenvolva sinais de imediato, isso não significa que os problemas não irão aparecer no futuro”.

Para finalizar, a ASPCA adverte os proprietários de animais de estimação para serem especialmente cuidadosos e deixarem doces, chicletes ou outros alimentos que contenham xilitol fora do alcance dos bichinhos. E como acontece com qualquer substância tóxica, o animal que sofre exposição acidental deve ser levado imediatamente ao veterinário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.

Comments are closed.