Assinar: conteúdo | comentários

Atenção especial à baixa umidade do ar

Comentários desativados em Atenção especial à baixa umidade do ar


A cidade de São Paulo registrou na última terça-feira, dia 21 de agosto, 8% de umidade relativa do ar, sendo que o ideal é que esteja acima de 60%. Assim como os humanos, os animais domésticos sofrem com o clima seco e precisam de cuidados especiais para que não desenvolvam diversos problemas de saúde.

Quando a umidade do ar está muito baixa, os cães e gatos apresentam sintomas parecidos com os dos humanos, como coceiras nos olhos, boca seca, dificuldade para respirar e desidratação.

Nesse período, os hospitais veterinários têm uma alta considerável no atendimento a animais com problemas respiratórios, principalmente filhotes e animais idosos que já convivem com doenças como asma e pneumonia. “Alguns animais com focinho curto, como o Pug, já tem dificuldade para respirar e nesse período o problema se agrava. Muitos animais precisam, inclusive, de inalação para amenizar os efeitos do ar seco”, destaca a veterinária Valéria Correa.

Para evitar que seu animal de estimação tenha problemas por conta do ar seco, é indicado que tenha sempre disponível água potável fresca. Em casos extremos, é recomendável que se coloque panos molhados no ambiente que o animal fica e até mesmo umidificadores de ar. “Com o calor e o ar seco, é preciso também evitar passeios em excesso, principalmente durante o dia, pois não é nada benéfico para o animal. Banhos estão liberados, pois ajudam a refrescar e é indicado que os cães com pelos longos sejam tosados para que não sintam tanto calor”, explica Dra. Valéria.

De acordo com a especialista, o tempo seco favorece também o aumento de casos de doenças virais, que são disseminadas por inalação. Entre elas a cinomose, que é altamente contagiosa, que é extremamente grave e pode levar o animal a óbito. “A doença atinge o sistema do nervoso dos cães e pode provocar a morte. Caso o animal sobreviva, poderá ficar com sequelas neurológicas. O animal que tem a vacinação em dia, fica livre do risco de desenvolver a cinomose”, conclui Dra. Valéria.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.

Comments are closed.