Assinar: conteúdo | comentários

Alegria garantida no cotidiano da família

Comentários desativados em Alegria garantida no cotidiano da família


Ele pode fazer xixi no tapete da sala, arranhar o sofá, ou se apropriar de objetos pessoais para fazer de brinquedo, mas uma coisa, porém, é inegável: os pets são alegria garantida no cotidiano de toda família. Só quem tem um animalzinho de estimação sabe a diferença que ele faz. Prova disso é que basta o bichinho se perder por um dia que a família já passa a noite em claro, rondando o bairro, conversando com os vizinhos e caçando pistas que indiquem onde foi parar o tão amado companheiro.

De acordo com pesquisa do Sindan, Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal, mais de 25 milhões de cães e sete milhões de gatos habitam os lares das classes A, B e C da população brasileira. Além de uma ótima companhia, os bichinhos trazem inúmeros benefícios à saúde e ao bem-estar dos seres humanos. Cientistas já comprovaram que ter um animal de estimação em casa ajuda o dono a relaxar, combater o estresse, a depressão e o sentimento de solidão, e aprender a lidar com a perda. Para as crianças, os animais trazem ainda mais benefícios, como auxiliar no desenvolvimento de atividades motoras, no senso de responsabilidade, e na noção de convivência com as diferenças, entre outros. Mas além de trazer benefícios à saúde, de que forma o animal pode afetar a sua vida em família?

Bate-papo em família

Uma pesquisa realizada na França aponta que ter pets em casa facilita a comunicação entre os membros da família. O levantamento revelou que 76% dos entrevistados admitiram bater mais papo entre eles depois que o animal de estimação chegou ao lar. Para a veterinária Isabella Vincoletto, o resultado do estudo faz sentido. “É comum querermos compartilhar as novidades e as façanhas dos pets, é o tipo de assunto que rende conversa e descontrai o ambiente familiar, o que é muito positivo para a família e para o animal, que recebe essa atenção especial”.

Tarefas domésticas e a união familiar

Ter animais em casa requer disposição para realizar uma série de tarefas, como dar comida aos bichinhos, trocar a água, levar para passear (no caso dos cães), manter a higiene dos animais, além de reservar um tempinho diariamente para dar carinho e brincar com eles. Quando o animal é parte de uma família, é comum que aconteça uma divisão de tarefas entres os familiares.

Isso contribui com a organização da rotina da casa e, quando dá certo, a divisão de tarefas pode ser aplicada a outros serviços domésticos. Além disso, realizar algumas tarefas em conjunto pode ser uma boa pedida para aproximar as relações familiares.

É o que acontece quando, por exemplo, pai e filho saem juntos para levar o cão para passear. “Algumas tarefas ficam muito mais divertidas quando feitas em conjunto, como brincar com o animal ou até mesmo dar banho nele. São atividades ideais para pais e filhos realizarem juntos”, sugere Isabella.

Planejamento em família

Sendo parte integrante da família, o animal de estimação faz parte do planejamento desta. Nesse sentindo, os pets entram não só no planejamento da rotina de atividades da casa, como também no orçamento domiciliar e na programação da família.

Quando o animal adoece, a preocupação e os cuidados com ele são divididos com toda a família, da mesma forma que quando a proposta é planejar as próximas férias, é importante que todos opinem sobre o destino do animal durante a temporada fora de casa: se ele viaja junto, se fica sob os cuidados de algum amigo ou parente ou até mesmo em um hotel para animais. O pet é parte da família, por isso é preciso pensar qual a melhor forma pra incluí-lo no planejamento familiar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.

Comments are closed.