Assinar: conteúdo | comentários

Primeiros socorros para cães e gatos

Comentários desativados em Primeiros socorros para cães e gatos


Confira as dicas e aprenda a prestar primeiros socorros a seus bichinhos de estimação:

Fraturas

Não tente colocar os ossos do bicho no lugar

1. Não deixe o animal lamber o próprio ferimento e cuidado para não ser mordida.

Para cães: se ele demonstrar agressividade, imobilize-o. Segure-o pelo pescoço e enrole o focinho com uma corda ou barbante. Amarre atrás da cabeça de modo que ele não consiga tirar. Se quiser, use uma focinheira.

Para gatos: envolva-o com um cobertor ou uma toalha grossa para se proteger de arranhões e mordidas.

2. No caso de fratura exposta, estanque o sangue pressionando um pano limpo no machucado. Mantenha o membro esticado com sua mão por baixo. Isso alivia a dor.

3. Cubra a parte quebrada com uma toalha e fixe-a com fita crepe, mantendo a área reta e imóvel. Não aperte a atadura. Assim, evitará que a patinha ou os dedos percam os movimentos definitivamente.

4. Hora de levá-lo ao veterinário: para transportar, coloque-o sobre uma tábua, evitando mexer demais nele. Não toque no machucado ou o bicho se estressará.

Envenenamento

Evite dar leite ao seu bicho, pois pode piorar a situação

1. Identifique a causa da intoxicação. Procure vestígios na boca ou onde ele dorme e leve-o ao veterinário. Contaminação por produtos químicos ou plantas? Carregue a prova junto.

2. Se estiver longe do hospital, dê a ele carvão ativado (encontrado em petshops) diluído em água para impedir a absorção das toxinas – isso só funciona quando feito logo após o incidente. Outra opção: com uma luva cirúrgica, lave a boca do animal com água. Não provoque o vômito, pois produtos ácidos agravam o problema.

Engasgo

Entre em ação se ele não se livrar sozinho do problema

1. Faça uma concha com a mão e bata devagar nas costas dele.

2. Levante as patas dianteiras e abra-as como se fosse abraçá-lo.

3. Evite pôr o dedo na garganta e empurrar o objeto para dentro.

4. Mesmo se conseguir que ele lance fora, leve o bicho ao veterinário.

Convulsões

Não perca tempo: corra logo ao especialista

1. Aproxime-se por trás e coloque uma almofada sob a cabeça dele. Assim, evitará choques que possam causar traumatismos.

2. Leve-o ao veterinário e, no caminho, pressione o corpo do bicho contra o seu, prevenindo ferimentos. Não puxe a língua dele para fora da boca. Isso não vai ajudar.

Queimaduras

O cuidado depende apenas da gravidade do ferimento

Basta lavar a lesão com soro fisiológico e, logo em seguida, levar seu pet ao especialista. Ele avaliará o grau da queimadura e indicará os medicamentos certos.

Kit de emergência

Faça uma maleta para, em caso de acidente, cuidar prontamente de seu cachorro ou gato. Lembre-se: deixe o telefone de um hospital veterinário 24 h sempre à vista.

* Atadura e gaze para ferimentos, fraturas ou irritações.

* Pomada para inflamações.

* Medicamento contra vômitos.

* Dipirona sódica em gotas para aliviar dores e febre.

* Rifocina para machucados mais leves.

* Remédio antialérgico.

* Carvão ativado para envenenamento – encontrado em petshops.

Fonte: MdeMulher

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.

Comments are closed.