Assinar: conteúdo | comentários

Xi, que sujeira!

Comentários desativados em Xi, que sujeira!


Foto: Dreamstime

Escolher ter ou não um animal de estimação é sempre um dilema: passear, dar carinho, levar ao veterinário, arcar com as despesas e ensinar bons modos… A lista é enorme e a satisfação de ter um amigo incondicional também.

Condicionar seu pet a fazer suas necessidades no lugar certo não é tarefa fácil, mas algumas dicas de profissionais, paciência e os produtos adequados podem ajudar e muito.

Segundo a Dra. Vanessa Lopes, responsável técnica do laboratório veterinário Mundo Animal, com os gatos o processo é mais fácil, pois os animais procuram instintivamente o granulado sanitário. Já com os cães, a história é outra, mas não é impossível: basta começar desde cedo.

“Entre os felinos, a própria espécie por si só procura as caixas de areia, o que torna mais fácil a manutenção da limpeza e a higiene. O mesmo não acontece com os cães, que exigem o condicionamento”, conta a veterinária.

A médica veterinária destaca que quanto mais cedo o animal for condicionado mais fácil se torna a tarefa. “Não existe uma idade certa, entretanto, a partir de um mês de vida já é possível iniciar o processo de condicionamento do cão ou gato”. Ela orienta que a prática é natural na espécie felina, já que por instinto eles buscam a caixa de areia, mas os cães precisam ser ensinados. “Os gatos se incomodam de ficarem próximos a qualquer tipo de sujeira”, explica.

Quanto aos cães, a veterinária afirma que o dono deve primeiro mostrar ao animal que ele fez xixi no lugar errado. “É preciso chamar a atenção dele, mudar o tom de voz, mas sem humilhações”, diz. Logo em seguida, o pet deve ser levado ao local correto e deixado lá por algum tempo. No começo, o animalzinho pode se sentir intimidado, mas ele entenderá com o tempo.

A Dra. Vanessa ressalta também que é importante que o proprietário observe com mais atenção o bichinho no começo do condicionamento, para impedir o animal de fazer sujeira no local errado. Geralmente, o mascote faz suas necessidades após comer, beber ou brincar durante algum tempo. Por isso, esses períodos são particularmente importantes para que o dono possa interferir e ensiná-lo.

Para reforçar o aprendizado dos animais já existem no mercado produtos repelentes e atrativos que auxiliam os donos a determinarem o local adequado para o animal fazer suas necessidades. Os produtos ajudam a evitar também que o ambiente fique com odores desagradáveis e com manchas. A Dra. Vanessa orienta que no caso dos repelentes, deve- se promover primeiro a limpeza do local que o animal defecou ou urinou para tirar todos os vestígios. Isso porque o pet tende a repetir o mesmo local que usou anteriormente, seguindo o odor.

“Também é importante condicionar o animal que toda vez que o dono pega o frasco de repelente ele entenda como um ‘momento indesejado’ visto que o odor do produto o incomoda”. A médica veterinária explica que o ideal é que a aplicação seja feita, pelo menos, duas vezes ao dia.

No caso dos atrativos, eles devem ser aplicados sobre o local onde o dono quer que o filhote ou adulto faça as necessidades, como por exemplo, o sanitário para cães ou a areia. “O processo também deve ser repetido duas vezes por dia, pelo menos”. Quanto ao tempo de aprendizado do animal, a veterinária explica que varia muito devido a alguns fatores. “Não tem como estimar o tempo do processo, pois há interferências da espécie, comprometimento do dono, limpeza ambiental, etc.”.

Com a vida corrida que todo mundo tem, os Educadores Sanitários oferecem apoio no processo de aprendizagem do animal, não são tóxicos e podem ser aplicados em diversas superfícies.

Para finalizar a veterinária ressalta a importância da castração nos machos no processo de aprendizagem, para evitar o costume de marcarem território. “Quando você faz a castração, você está retirando os testículos do animal, que é um órgão produtor de testosterona. Desta maneira não há mais produção deste hormônio, que é um dos causadores da demarcação de território em machos”.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.

Comments are closed.