Assinar: conteúdo | comentários

Xô, zoonose!

Comentários desativados em Xô, zoonose!


Foto: Dreamstime

Todo mundo sabe que vacinar seu cachorro ou gato é fundamental para manter a saúde deles em dia. Mesmo assim muitos donos ainda ficam em dúvida sobre quando e quais vacinas os nossos amigos devem tomar.

O cuidado começa com os animais ainda filhotes, aos dois meses. Esta dose inicial serve para evitar doenças prejudiciais tanto para os pets quanto aos humanos.

“Como os pets são hoje membros da família, tendo um convívio intenso com as pessoas da casa, a vacinação passa a ser item de obrigatória atenção a todos os proprietários”, avalia o veterinário e diretor comercial da marca PetGroom, Jefferson Garotti.

Seguir corretamente o calendário de vacinação previne as chamadas zoonoses, doenças virais e bacterianas que podem ser transmitidas ao homem. Entre elas estão a Giardíase (que causa diarreia, vômito, dores abdominais, perda de peso e desidratação) e a Leishmaniose (transmitida pela picada de mosquito infectado, provocando perda de peso, debilidade e, em casos mais graves, até anemia, insuficiência renal e hemorragia nasal). A raiva, uma das doenças mais conhecidas e preocupantes, é incurável e transmitida entre os cães e aos humanos. O vírus chega ao sistema nervoso e traz perturbações nervosas de origem cerebral, depressão, paralisia e morte do animal.

Algumas vacinas são disponibilizadas em campanhas periódicas, como a da raiva. Todo ano, normalmente em agosto, cães e gatos podem ser vacinados gratuitamente contra raiva nos postos participantes da campanha. Outras vacinas, no entanto, precisam ser aplicadas nas clínicas veterinárias, pois não fazem parte das campanhas gratuitas.

Vale lembrar que, apesar de não serem de graça, estas doses também são de enorme importância não só para a saúde do animal, mas também para a saúde de todas as pessoas que convivem com ele.

Hoje, o mercado disponibiliza oito tipos de vacinas para cães e gatos. Nas clínicas, os veterinários fornecem toda a orientação sobre as doses e frequência das aplicações para cada tipo de zoonose.

Confira algumas dicas sobre vacinação canina e felina:

* Esquema de vacinação para cães

A vacina V8 ou V10, que previne contra sete tipos de doenças, entre elas a Leptospirose, que pode ser transmitida ao homem, deve ser aplicada em cães a partir dos dois meses de idade. Uma dose deve ser aplicada mensalmente até os quatro meses, em um total de três doses. Aos cinco meses, o animal deverá receber a vacina contra a raiva e contra gripe. Após esse período, essas vacinas deverão ser repetidas anualmente em dose única. Já a vacina contra a Leishmaniose pode ser feita em qualquer idade. Três doses devem ser aplicadas a cada 21 dias. Após as primeiras aplicações, a vacina deve ser reforçada a cada ano. A vacina contra a Giardíase deve ser aplicada somente a partir de oito semanas de vida, duas vezes enquanto o animal ainda é filhote, com reforço anual.

* Esquema de vacinação para felinos

Como os cães, a vacinação dos gatos deve ter início aos dois meses de idade, com a aplicação da Quádrupla, vacina que previne doenças como Clamidiose (que provoca tosse, dificuldade respiratória, pneumonia e febre) e a Panleucopenia (causadora de febre, falta de apetite, depressão, vômitos e diarreia e desidratação). A dose da Quádrupla deve ser aplicada mensalmente até o quarto mês de vida no felino, totalizando três doses. No quarto mês, também deverá ser aplicada a vacina contra a raiva.

VACINAÇÃO CÃES E GATOS CONTRA RAIVA 14 11 2011

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.

Comments are closed.